“del día en que te fuiste sobró el insomnio” – Maria Sousa

1 (1)

del día en que te fuiste sobró el insomnio
método más que imperfecto para medir las noches
los labios cuando ya han desistido de ordenar palabras
insisten en el pasado
apago las luces
no quiero que la ausencia sea hermosa
pero el olvido no te hace transparente

Maria Sousa, Exercícios para endurecimento de lágrimas (Lingua morta, 2010)
Traducción: Montserrat Villar González
Foto: Vítor Dias (Dias de fotografia)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s