[Me enfrento a un mundo…] – Cristian Alcaraz

3

Me enfrento a un mundo
creado para el estruendo.
Pasado el siglo
y restaurados mis zapatos,
no me reconozco en la palabra individuo.

No recuerdo si todo lo vivido ha servido para algo.

No recuerdo la mano dentro, la boca abierta,
la uña rota.
No la piel, el fracaso, la cuenta
atrás.

Llevo entre los dedos
la ignorancia de no saber conquistar la cima de los árboles.

Sin función.
Sin superficie.

He perdido la voluntad de sobrevivir.

Cristian Alcaraz, La orientación de las hormigas (Renacimiento, 2013)
Foto: Vítor Dias (Dias de fotografia)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s