Nota

Reflexiones teológicas de una mosca – Manuel Pujante

ABOVE US ONLY SKY

5 (2)

Muchas de las moscas que conozco
se han pasado la vida dándose cabezazos
contra la ventana.
Fuera, la claridad del día se ofrece
como una promesa y siguen
golpeándose
con una paciencia,
con una estupidez, ilimitadas.
Yo desde hace tiempo me conformo
con la basura de dentro de la casa
pero me duele la cabeza
tanto o más que antes.

Manuel Pujante, El Coloquio de los perros. N.º 32 (2013)
Foto: Vítor Dias

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s