Fez-se silêncio – Daisy Villalobos Leal

3

Fez-se silêncio
como se calar fosse um oficio
o teu silêncio era do cristal com o qual se
constroem os espelhos
era um silêncio tão próprio como um filho
um silêncio aceso como um candeeiro de uma
biblioteca
e nós íamos herdando essa maneira de
calar que têm os lugares vazios
íamos tornando-nos iguais como bater
palmas durante o eco
como um pranto que vem calado entre a
chuva

Daisy Villalobos Leal, Los paisajes de tu mano izquierda (Papeles de Trasmoz, 2013)
Foto: Vítor Dias

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s