28 (ES) – Filipa Leal

2

Tal vez por culpa de Luísa,
no conservé del colegio amigos de infancia.
Crecí entre mis primas,
en la quinta de los abuelos.
Un día hicimos nuestro escondrijo
en la pocilga ya vacía de animales.
En una pared pintamos el sol,
en la otra la luna,
y nos encerrábamos en aquel cubículo,
a fumar cigarros robados a los padres,
como quien comienza a preferir el arte
a la naturaleza.

Filipa Leal, Adília Lopes Lopes (não edicções, 2014)
Traducción: María Mercromina
Foto: Vítor Dias

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s