28 (PT) – Filipa Leal

1

Talvez por causa da Luísa,
não guardei do colégio amigos de infância.
Cresci entre as minhas primas,
na quinta dos avós.
Um dia fizemos o nosso esconderijo
na pocilga já vazia de animais.
Numa parede pintámos o sol,
na outra a lua,
e fechávamo-nos naquele cubículo,
a fumar cigarros roubados aos pais,
como quem começa a preferir a arte
à natureza.

Filipa Leal, Adília Lopes Lopes (não edicções, 2014)
Foto: Vítor Dias

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s