Working girl (PT) – Andreia C. Faria

1Outro Inverno e estas roupas
estarão gastas
Nada agora é feito para durar
Sê por isso parca na exuberância
e lava à mão
cuecas de cetim e camisolas de angorá

(Não hás-de ter os fundilhos coçados, bambos soutiens
quando alguém vier para te amar)

Se viajas,
pendura o sobretudo pelos ombros ao chegar
(num cabide e não atrás da porta, que o deformas, e à noite
faz pensar
no escalpe abandonado de um gorila)

Mostra-te em público o necessário apenas, e em privado
despe-te e guardas as boas malhas no baú
onde não fizeste enxoval

Lembra-te: é nos punhos da camisa
que se nota o desespero
Pouso os pulsos elementarmente sobre a mesa
e trabalha sem mácula, sem cansaço, como se as mãos
pudessem levitar.

Andreia C. Faria, Um pouco acima do lugar onde melhor se escuta o coração (Artefacto, 2015)
Foto: Vítor Dias

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s